ENEM 2021: MÃES AGUARDAM FILHAS DO LADO DE FORA DO LOCAL DE PROVA EM NATAL PARA MOSTRAR APOIO

Enem 2021 - Natal (RN) - 1 dia de prova - Mães esperam filhas do lado de fora de local de prova em Natal — Foto: Sara Cardoso/Inter TV Cabugi

Enquanto os filhos fazem a prova no Enem neste domingo (21), algumas mães ficam do lado de fora dos locais de prova como forma de dar um apoio. É o caso de Andrea Amorim, que foi deixar a filha no local de prova em Capim Macio, na Zona Sul de Natal, e permaneceu mesmo após a filha entrar na sala.

Ela mora em um bairro próximo, mas preferiu permanecer no local para dar suporte à estudante na prova. "É o primeiro Enem dela", reforçou.

Andrea contou que a filha estuda na rede pública e que teve muitas dificuldades nestes dois anos letivos enfrentados durante a pandemia, já que esteve sempre em aulas virtuais, o que dificultou o ensino.

Outra que permaneceu no local foi Maria Cristiane da Silva, que é feirante. Ela optou por viajar com a filha, de Canguaretama até Natal - a distância é de cerca de 70 quilômetros. Estudante da escola estadual Guiomar Vasconcelos, a filha faz o primeiro Enem.

Segundo Cristiana, mesmo a filha marcando a moradia na cidade do interior do estado, o Inep direcionou a estudante para a capital. "Ela e mais duas amigas dela vieram fazer a prova aqui", disse.

Por conta da distância, ela decidiu permanecer no local de prova até a filha concluir o exame neste primeiro dia.

No Rio Grande do Norte, o número de candidatos inscritos é 43% menor do que na edição anterior, de 2020. Ao todo, cerca de 73 mil estudantes estão inscritos para as provas no estado. Na edição anterior, foram 129.102.

Os dados abrangem tanto os candidatos inscritos para as provas impressas (71.642) como os que optaram pelo Enem no formato digital (1.499) - realizado nos mesmos dias e horários e com o mesmo conteúdo, porém pelo computador.

Em julho, o Inep divulgou que 94.773 candidatos rinham realizado a inscrição no estado, mas reconheceu que o número poderia cair, já que o prazo para pagamento da inscrição ainda não havia terminado.

 

As notas do Enem são usadas para ingresso no ensino superior em todo o país. O exame é composto por 4 provas objetivas, que somam 180 questões divididas em quatro áreas de conhecimento.

As provas

21 de novembro

  • 45 questões de linguagens;
  • 45 questões de ciências humanas
  • uma redação.

28 de novembro

  • 45 questões de matemática
  • 45 questões de ciências da natureza.

*o segundo dia tem 30 minutos a menos.

Veja os horários de aplicação:

  • Abertura dos portões: 12h
  • Fechamento dos portões: 13h
  • Início das provas: 13h30
  • Término das provas no 1º dia: 19h
  • Término das provas no 2º dia: 18h30

Regras de prevenção à Covid-19

Será obrigatório que os candidatos usem máscara durante a prova para reduzir o risco de contaminação por Covid-19. No edital, também há a determinação para o uso de álcool em gel na higienização das mãos.

De acordo com o edital do Exame, não seguir os protocolos de prevenção à Covid-19 é considerado critério de eliminação.

Perfil dos candidatos potiguares

Seguindo uma tendência nacional, a maior parte dos candidatos no Rio Grande do Norte são do sexo feminino: são 42.698 mulheres, que representam quase 60% do total de inscritos. Os dados desse perfil levam em conta apenas os candidatos da prova impressa.

Quanto à raça, 1.349 se dizem de cor amarela, 29.656 de cor branca, 224 indígenas e 6.468 pretos. A maioria é formada pelos pardos: 32.820. Outros 1.125 candidatos não informaram.

Idade dos candidatos inscritos no Enem 2021 no RN

Mais da metade dos candidatos - 42 mil - já concluíram o ensino médio. Quase 19,3 mil vão fazer a prova no ano de conclusão do ensino médio e cerca de 9,5 mil estão cursando o 1º ou 2º ano. Outros 256 nem cursam nem tiveram o ensino médio concluído.

Gratuidade

Apenas 41% dos candidatos inscritos no RN pagaram taxa de inscrição para o Enem. Foram 29.498 pessoas. 15.213 tiveram inscrição gratuita e outros 26.931 tiveram isenção por declaração de carência aprovada.

Enem digital

Quando se fala de Enem digital, o público maior é o masculino: 804 candidatos contra 695 do sexo feminino no RN.

Do total, 1.115 já concluíram o ensino médio e 341 estão cursando o último ano.

Publicidade

MINISTRO DO TCU NEGA PEDIDO DE AFASTAMENTO DO PRESIDENTE DO INEP NA VÉSPERA DO ENEM

O TCU (Tribunal de Contas da União) negou o afastamento do presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), Danilo Dupas, neste sábado (20), na véspera da realização do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

A decisão foi do ministro Walton Alencar Rodrigues, que negou a medida cautelar proposta por deputados federais que solicitaram o afestamento de Danilo Dupas do comando do Inep após denúncias de interferência no exame. Os deputados também pediram adequações no Inep para a realização do Enem neste domingo (21).

Em sua decisão, Rodrigues argumentou que não há indícios de que o presidente do Inep deva ser afastado, como foi requerido pelos deputados um dia antes da aplicação do Enem. Segundo a decisão, não há “medidas que se possa adotar para aumentar a segurança ou a qualidade das questões, sem comprometer a realização do exame no prazo programado.”

Apesar de manter Danilo Dupas no cargo, o ministro autorizou diligências para a apuração dos fatos relatados pelos deputados.

Um grupo de deputados federais se reuniu com a ministra Ana Arraes na última semana para pedir a saída do presidente do Inep após denúncias de interferência na montagem da prova do Enem, da retirada de algumas questões e da visita de um agente da polícia federal à área segura do Inep. Os deputados também pediram auditoria permanente na autarquia ligada ao MEC (Ministério da Educação).

Publicidade

RN TEM 73 MIL INSCRITOS NO ENEM, NÚMERO É 43% MENOR DO QUE EM 2020

Mais de 73 mil potiguares estão inscritos para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021, que vão ser realizadas neste domingo (21) e no próximo (28). Com as notas das provas, é possível ingressar no ensino superior em diversas instituições pelo país.

O número de inscrições deste ano representa uma redução de mais de 43% em comparação a 2020, quando 129.102 pessoas se cadastraram para fazer a prova no estado.

Os dados abrangem tanto os candidatos inscritos para as provas impressas (71.642) como os que optaram pelo Enem no formato digital (1.499). Ambas as provas são realizadas nos mesmos dias e horários e com o mesmo conteúdo, com a diferença do suporte utilizado: provas impressas presencialmente ou digitais por meio do computador.

Em julho, o Inep divulgou que 94.773 candidatos tinham realizado a inscrição no estado, mas é possível que 21 mil pessoas tenham perdido prazo para o pagamento da inscrição.

O exame é composto por 4 provas objetivas, que somam 180 questões divididas em quatro áreas de conhecimento, além da redação escrita.

A STTU montou uma operação especial para ajudar o trânsito nos principais cruzamentos de Natal, além de ter reforçado o transporte das linhas O-63 e N-29 para quem vai para a prova no Campus central da UFRN.

Sobre o ENEM:

É preciso ficar atento também aos horários de aplicação da prova:
Abertura dos portões (para quem vai realizar a prova impressa): 12h
Fechamento dos portões: 13h
Início das provas: 13h30
Término das provas no 1º dia (21 de novembro): 19h
Término das provas no 2º dia (28 de novembro): 18h30

Publicidade

INSTITUTO DO CÉREBRO PESQUISA RELAÇÃO ENTRE SONO, SONHOS E ENEM; SAIBA COMO PARTICIPAR

Instituto do cérebro pesquisa relação entre sono, sonhos e Enem; saiba como participar — Foto: Getty Images

Uma pesquisa do Instituto do Cérebro da UFRN vai investigar a relação entre qualidade do sono, ocorrência dos sonhos e desempenho acadêmico nos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Pelo segundo ano consecutivo, as provas do Enem serão realizadas durante a pandemia — desta vez, com uma boa melhora do quadro de saúde pública devido à vacinação, mas, ainda assim, em meio às mudanças acarretadas pela Covid-19.

É neste cenário que a pesquisadora Priscilla Kelly, do Laboratório de Sono, Sonhos e Memória do Instituto do Cérebro desenvolve o estudo. A pesquisa é feita pela internet.

Os participantes precisam ter entre 15 e 25 anos e ser candidatos da edição de 2021 da prova.

“A primeira etapa é aceitar o termo de consentimento para participar da pesquisa. Depois é preciso responder a uma série de questionários sobre aspectos relacionados a sono, especificamente alguns índices de sono, qualidade de sono, sonolência diurna e também alguns aspectos com relação à ansiedade, depressão e o Enem — e também os impactos da pandemia. Depois, os participantes da pesquisa são convidados a fazer o sonhário online, que é justamente o registro dos seus sonhos durante o período do Enem, a partir desta semana até a noite anterior da última prova, que, no caso, é dia 28”, explica Priscilla.

Os candidatos menores de 18 anos podem participar mediante autorização dos pais. E quem não conseguir iniciar a participação até a véspera do primeiro dia de prova, dia 21 de novembro, pode começar na semana seguinte sem problemas.

Publicidade

ENEM 2021: MAIS DE 73 MIL POTIGUARES ESTÃO INSCRITOS PARA PROVAS QUE COMEÇAM NO PRÓXIMO DOMINGO (21)

ENEM 2020 - Natal, 24/01/2021 - Candidatos chegam para segundo dia de aplicação das provas (Arquivo) — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi

Mais de 73 mil potiguares estão inscritos para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 que começam no próximo domingo (21). As notas nas provas são usadas para ingresso no ensino superior em todo o país.

O número de inscrições representa uma redução de mais de 43% em comparação a 2020, quando 129.102 pessoas se cadastraram para fazer a prova no estado.

Os dados abrangem tanto os candidatos inscritos para as provas impressas (71.642) como os que optaram pelo Enem no formato digital (1.499) - realizado nos mesmos dias e horários e com o mesmo conteúdo, porém pelo computador.

Em julho, o Inep divulgou que 94.773 candidatos rinham realizado a inscrição no estado, mas reconheceu que o número poderia cair, porque o prazo para pagamento da inscrição ainda não tinha encerrado.

O exame é composto por 4 provas objetivas, que somam 180 questões divididas em quatro áreas de conhecimento.

21 de novembro

  • 45 questões de linguagens;
  • 45 questões de ciências humanas
  • uma redação.

28 de novembro

  • 45 questões de matemática
  • 45 questões de ciências da natureza.

*o segundo dia tem 30 minutos a menos.

Veja os horários de aplicação:

  • Abertura dos portões: 12h
  • Fechamento dos portões: 13h
  • Início das provas: 13h30
  • Término das provas no 1º dia: 19h
  • Término das provas no 2º dia: 18h30

Regras de prevenção à Covid-19

Será obrigatório que os candidatos usem máscara durante a prova para reduzir o risco de contaminação por Covid-19. No edital, também há a determinação para o uso de álcool em gel na higienização das mãos.

De acordo com o edital do Exame, não seguir os protocolos de prevenção à Covid-19 é considerado critério de eliminação.

Perfil dos candidatos potiguares

Seguindo uma tendência nacional, a maior parte dos candidatos no Rio Grande do Norte são do sexo feminino: são 42.698 mulheres, que representam quase 60% do total de inscritos. Os dados desse perfil levam em conta apenas os candidatos da prova impressa.

Quanto à raça, 1.349 se dizem de cor amarela, 29.656 de cor branca, 224 indígenas e 6.468 pretos. A maioria é formada pelos pardos: 32.820. Outros 1.125 candidatos não informaram.

Mais da metade dos candidatos - 42 mil - já concluíram o ensino médio. Quase 19,3 mil vão fazer a prova no ano de conclusão do ensino médio e cerca de 9,5 mil estão cursando o 1º ou 2º ano. Outros 256 nem cursam nem tiveram o ensino médio concluído.

Gratuidade

Apenas 41% dos candidatos inscritos no RN pagaram taxa de inscrição para o Enem. Foram 29.498 pessoas. 15.213 tiveram inscrição gratuita e outros 26.931 tiveram isenção por declaração de carência aprovada.

Enem digital

Quando se fala de Enem digital, o público maior é o masculino: 804 candidatos contra 695 do sexo feminino no RN.

Do total, 1.115 já concluíram o ensino médio e 341 estão cursando o último ano.

Publicidade

APESAR DA LIBERAÇÃO DE 100% DAS ATIVIDADES PRESENCIAIS EM ESCOLAS DE NATAL, AINDA HÁ INSTITUIÇÕES QUE SOFREM DIFICULDADES E NÃO CONSEGUEM FUNCIONAR ASSIM

Foi publicado pelo prefeito de Natal, Álvaro Dias, na edição do Diário Oficial do Município desta quinta-feira (18), o decreto liberando o retorno de 100% dos estudantes de todos os níveis na capital, tanto na rede pública quanto na privada. Porém, não são todas as instituições que vivem essa realidade.

De acordo com leitor do Blog do BG, a escola CMEI Jesiel Figueiredo não consegue fazer o retorno completo das aulas, seguindo o modelo híbrido, ou seja, uma semana tem, e outra não.

Em comunicado divulgado pela escola, eles alegam que a unidade não tem bebedouros, embora a Secretaria Municipal de Educação (SME) tenha feito uma licitação há mais de um ano, mas que ainda não tem previsão.

Além disso, mesmo com algumas dificuldades, a funcionalidade do CMEI Jesiel Figueiredo está ocorrendo com a capacidade de 50%. No entanto, fica a preocupação para quando for retornado em sua totalidade.

Confira o comunicado completo abaixo:

Informamos que o nosso retorno de 100% presencial NÃO será possível nesse momento!

Vamos continuar no mesmo formato, presencial semana sim e semana não presencial!

Estamos fazendo alguns ajustes para termos condições de recebermos 100% das crianças da melhor forma possível.

Como é sabido por todos que vieram para nossa primeira reunião presencial, estamos sem bebedouros, não tem previsão para chegar, a SME há mais de ano que está fazendo uma licitação para compra de bebedouros e continua sem previsão!

Então, fizemos uma organização interna para poder receber as nossas crianças!

Foi colocada em cada sala de aula, uma garrafa térmica, para abastecer essas garrafas térmicas, passa à noite no pinga pinga do filtro da cozinha, enchendo os garrafões de água com a ajuda dos porteiros da noite, pela manhã, as garrafas térmicas são abastecidas para serem usadas em sala de aula e de meio dia também são abastecidas para as turmas da tarde, temos um gelágua que é da secretaria do CMEI, que é usado pelos adultos e pelas crianças também.

É, assim, que estamos atendendo com 50% das crianças presencial e está dando certo, não sabemos como vai ser com 100%!

Contamos com a colaboração de todas as famílias mandando com a criança a sua toalhinha de mão – o nosso papel toalha acabou devido a grande demanda de lavagens de mãos e o álcool líquido que é usado 1L pela manhã e outro à tarde para pulverização das bolsas, não teremos mais condições de fazer, devido a grande demanda, apenas as professoras usarão na sala de aula – vamos fazer a experiência de como vai se dar esse retorno de 100% das crianças, mas na frente!

Lembrando que a pandemia ainda não acabou, diminuiu, e precisamos ter todo cuidado!

Se tiver algum adulto em casa doente ou a criança estiver gripada, com secreção no nariz ou outros sintomas de doenças, deve ficar em casa em observação para que não possa colocar ninguém em risco.

Contamos com a parceria de todas as famílias nessa nova empreitada!

 

Publicidade

Escolas municipais de Natal retomam aulas presenciais para 100% dos estudantes

As escolas municipais de Natal retomaram as atividades presenciais para 100% dos estudantes nesta terça-feira (16). Antes, as escolas estavam com 50% dos alunos.

Segundo a prefeitura, a medida da ampliação de 50% para 100% foi orientada pelo Comitê Científico da Prefeitura do Natal e considera a avaliação sistemática e contínua do cenário epidemiológico da Covid.

O ano letivo de 2021 começou em julho e vai até janeiro do próximo ano. Apesar do retorno autorizado pela Prefeitura de Natal, nem todas as escolas estão com aulas presenciais.

De acordo com a secretária de Educação do município, das 146 escolas, 13 estão sem aulas presenciais porque estão passando por adequações. "Das treze escolas (em adequação), oito estão em obras. Essas obras são grandes, então não temos uma previsão de retorno imediato. Talvez quatro ou cinco não consigam retornar esse ano", disse Cristina Diniz.

A rede municipal de ensino de Natal atualmente atende 58.445 estudantes da Educação Infantil (creche e pré-escola), Ensino Fundamental (1º a 9º ano) e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

 

Aulas remotas

 

A portaria que autorizou a volta do ensino presencial para 100% dos estudantes determinou que a modalidade não presencial continua sendo ofertada para os estudantes que se enquadrem nos critérios médicos específicos que recomendam tal conduta, mediante apresentação de laudo comprobatório, podendo, nesse caso, receber a merenda escolar viabilizada pela Secretaria Municipal de Educação.

Publicidade

ASSEMBLEIA DEBATE HOJE IMPACTOS DO NOVO ENSINO MÉDIO NA REDE PÚBLICA DO RN

O Novo Ensino Médio começa a valer em todo o Brasil a partir do próximo ano. Mas quais serão os impactos da novidade na rede estadual de ensino do Rio Grande do Norte? A resposta para essa pergunta será dada em audiência pública marcada para as 14h desta segunda-feira (8), na Assembleia Legislativa.

A iniciativa do debate é do deputado estadual Hermano Morais (PSB). Segundo ele, “o Novo Ensino Médio representa uma reforma na estrutura do atual sistema de ensino, para aproximar os alunos do mercado de trabalho. É importante sabermos o que o Estado tem feito para preparar suas escolas e seus professores, principalmente no contexto de pós-pandemia”.

À Secretaria Estadual de Educação, caberá a fala mais importante da audiência, já que ainda não houve divulgação oficial do Governo sobre como as mudanças irão ocorrer na rede estadual. Sabe-se, porém, que escolas particulares já preparam as novas grades, o que, para Hermano, pode “aumentar a distância entre os ensinos privado e público”.

A audiência será transmitida pela TV Assembleia e pelo site do legislativo estadual e toda a sociedade é convidada a participar. Além da Secretaria, representantes de entidades ligadas à Educação também se pronunciarão sobre o tema, com o objetivo de dar visibilidade às mudanças que estão prestes a acontecer nas escolas potiguares.

 

Publicidade

PROGRAMA DA UFRN ABRE INSCRIÇÕES PARA ASSISTÊNCIA E FORMAÇÃO PARA ADOLESCENTES SUPERDOTADOS

Instituto Metrópole Digital (IMD), na UFRN  — Foto: José Júnior/IMD

Um programa do Instituto Metrópole Digital da UFRN que visa integrar alunos com altas habilidades e superdotação está com vagas abertas para estudantes do ensino médio e do ensino fundamental.

O "Talento Metrópole" tem processo seletivo aberto até o dia 26 de novembro e podem participar estudantes da rede pública ou privada de ensino que estejam cursando o ensino médio ou os três últimos anos do ensino fundamental.

Para se inscrever, os interessados devem preencher um formulário eletrônico e enviar mensagem para o e-mail talentometropole@imd.ufrn.br, contendo todos os documentos descritos no Edital 075/2021 

O resultado final do processo seletivo está previsto para o dia 10 de fevereiro.

Talento Metrópole

O programa foi criado, porque, ao contrário do que se possa imaginar, estudantes superdotados nem sempre são bons alunos e nem mesmo bem-adaptados ao ambiente escolar.

Isso acontece, dentre outros motivos, porque suas habilidades frequentemente não são identificadas tão cedo quanto seria desejável e, ao não serem estimulados de maneira adequada, respondem com um comportamento que pode alternar entre a apatia e a hiperatividade.

Além disso, mesmo quando se conhece o perfil de altas habilidades do estudante, é comum que a escola não esteja preparada para atender às suas necessidades.

O programa foi criado em 2015 e visa encontrar alunos com capacidades na área de Tecnologia de Informação, de modo a oferecer assistência pedagógica e uma metodologia de desenvolvimento de suas habilidades, além de iniciar uma capacitação que os permita se tornarem, no futuro, profissionais de alto nível para atuar nesse campo.

Formação

O Talento Metrópole utiliza metodologias que estimulam o o interesse dos estudantes pela pesquisa científica e pela expansão dos conhecimentos na área de Tecnologia da Informação.

O estudante que ingressa no programa é acompanhado por um tutor, que é um professor pesquisador da UFRN, e juntos desenvolvem um plano individual de trabalho, considerando interesses, habilidades e competências do aluno.

Dispondo da estrutura do IMD, os alunos são assistidos por equipe especializada constituída por psicólogos, pedagogos e assistente social.

Os estudantes também recebem uma matrícula especial da UFRN, o que lhes dá direito a cursar componentes curriculares nos diferentes níveis de formação da universidade (graduação ou pós-graduação).

Existem iniciativas que capacitam professores para trabalhar com estudantes com altas habilidades/superdotação, mas não um como o Talento, que traz as crianças e adolescentes para dentro da universidade”, diz a professora do Departamento de Psicologia da UFRN, Izabel Hazin, coordenadora do projeto.

Processo seletivo

O processo seletivo para ingresso no Talento Metrópole acontece em três etapas. Na primeira, é feita uma triagem digital, realizada pela plataforma E-Genius, que verifica indicadores comportamentais comuns a jovens com altas habilidades.

Para isso, os candidatos receberão informações para baixar o aplicativo vinculado à plataforma e realizar o teste disponibilizado.

A segunda etapa será constituída de uma Avaliação de Competências e Habilidades Cognitivas, a ser aplicada presencialmente, na sede do Instituto Metrópole Digital. O objetivo é avaliar habilidades e competências potenciais relevantes para a Tecnologia da Informação, Inteligência e Criatividade.

Os 45 candidatos que obtiverem as maiores médias serão selecionados para a terceira fase, que é o Curso de Férias do IMD.

Publicidade

SÃO GONÇALO DO AMARANTE TRANSFORMA DUAS UNIDADES DE ENSINO EM ESCOLAS INDÍGENAS

Por meio dos Decretos Municipais 1.444 e 1.445, publicados no último mês de outubro, a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN transformou a Escola Municipal Georgina Altina Viana, em Lagoa de Tapará; e a Escola Municipal Isabel da Silveira, de Ladeira Grande, em unidades de ensino indígenas. A transformação para Escolas Indígenas leva em conta o dever do poder público de manter e promover a cultura dos povos indígenas.

Com isso, a comunidade de berço Indígena de Lagoa de Tapará conta com o primeiro CEMEI com educação escolar indígena do Rio Grande do Norte. Já a escola de Ladeira Grande, atenderá as crianças e adolescentes do Ensino Fundamental I.

“É o nosso reconhecimento como povos originários, indígenas do povo Tapuia Tarairiú, da Lagoa do Tapará. O CEMEI Indígena é uma conquista de muito tempo. É gratificante saber que está sendo um passo dado na realização de um sonho antigo. Com ele, a nossa cultura cada vez mais se fortifica. Futuramente, mesmo quando nós não estivermos aqui, temos a certeza de termos contribuído para que a nossa história, a nossa cultura, se mantivesse viva por muitos e longos tempos. A vida dos povos indígenas importam”, disse Zuleide Bezerra, professora indígena do CEMEI Georgina Altina Viana.

A partir desses decretos, os projetos pedagógicos das unidades escolares agora passam a priorizar o reconhecimento e respeito à diversidade étnica, cultural e linguísticas das comunidades indígenas; a valorização dos conhecimentos e saberes tradicionais; valorização e fortalecimento das culturas indígenas e a diversidade de concepções de ensino e aprendizagem.

“É a materialização de uma ação planejada para a realização de um sonho dos povos de Lagoa de Tapará e Ladeira Grande, que foi prontamente atendida pelo Poder Executivo. Nossos esforços se voltam agora para as demais atividades que são necessárias para manter a história desses povos originários”, lembrou Othon Militão, secretário municipal de Educação.

Publicidade