GREVE DA SAÚDE EM NATAL DIMINUI EM 50% NÚMERO DE AMBULÂNCIAS DO SAMU


Foto: Douglas Lemos/G1 RN

A greve dos funcionários da saúde de Natal tem afetado o funcionamento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). De acordo com a assessoria da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a paralisação trouxe uma redução de 50% no número de ambulâncias circulando.

Dos 10 veículos da Unidade de Suporte Básico (USB), cinco estão em circulação. Já para as Unidades de Suporte Avançado (USA), são quatro ambulâncias e duas rodando.

Segundo a SMS, a greve tem causado um atraso. Porém, a pasta atribui a demora também à retenção das macas no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. “Se as macas ficam retidas, a ambulância tem que ficar parada, porque não vai andar sem maca. A outra causa é a greve dos enfermeiros e técnicos de enfermagem. Porém, mesmo com a frota que está na ativa, se não fossem as macas paradas, o tempo de espera seria menor, porque teria fluxo. Sem rotatividade, complica ainda mais”, disse a assessoria.

Tribuna do Norte

Publicidade

INCÊNDIO ATINGE CRECHE NO MUNICÍPIO DE MONTANHAS


Foto: Miguel Duarte/Portal Mais Agreste

Caso aconteceu na madrugada desta quinta-feira (12) no bairro Cidade Nova, em Montanhas, cerca de 100 km da grande Natal. Ninguém ficou ferido.

Um incêndio atingiu uma creche no município de Montanhas, localizado no Agreste Potiguar, na madrugada desta quinta-feira (12). Móveis, computador e arquivos foram queimados pelas chamas.

O caso foi registrado na Creche Mundo Encantado, no Bairro Cidade Nova. De acordo com a Polícia Militar, o caso aconteceu por volta das 00h40. A própria população se mobilizou e apagou as chamas.

O fogo atingiu duas salas da instituição de ensino, uma sala de aula e a secretaria da creche, destruindo todo o arquivo da unidade escolar, além de móveis, computador, ventiladores e o telhado das salas atingidas. Ainda de acordo com a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros foi acionado, mas até as 4h da manhã ainda não tinha comparecido ao local.

A causa do incêndio não foi descoberta, mas segundo os populares, os indícios apontam para uma possível pane elétrica.

Publicidade

CRISTIANE DANTAS DENUNCIA FALTA DE MEDICAMENTOS NA UNICAT E COBRA SESAP



A falta de medicamentos na Unidade Central de Agentes Terapêuticos (UNICAT) pautou a denúncia e a cobrança a deputada estadual Cristiane Dantas (Solidariedade) na sessão plenária desta quinta-feira (12), na Assembleia Legislativa do RN.

“Tem sido uma preocupação e um sofrimento para as pessoas que precisam de medicações específicas e de alto custo para seus tratamentos de saúde. São queixas vindas de várias regiões do Estado e essa falta afeta os tratamentos mais diversos. Por exemplo, quem sofre de artrite reumatóide o remédio infleximab não é disponibilizado há mais de dois meses. Quem sofre dessa doença autoimune passa por crises de dores intensas que só são amenizadas com a medicação”, relatou Cristiane.

De acordo com a fala da deputada, até a semana passada, pelo menos 66 medicações estavam em falta. “Eu faço aqui um apelo e a cobrança para a Secretaria Estadual de Saúde. Primeiro, para que dê prioridade à reposição dessas medicações e, segundo, para que organize melhor o planejamento para a aquisição desses remédios”

E completou “eu cobro do secretário Cipriano Maia uma resposta para a previsão de disponibilidade das medicações em falta, porque os mais pobres e as pessoas que passam a ter a vida em risco com a falta desses remédios não podem mais esperar”, finalizou.

Publicidade

BOMBA: CARLOS EDUARDO USOU RECURSOS PARTIDÁRIOS DO PDT PARA ALUGAR IMÓVEL DA ESPOSA, PF APURA ESSA E OUTRAS IRREGULARIDADES


Foto: Reprodução

A prestação de contas que o PDT apresentou à Justiça em 2018 ganhou desdobramentos pelas suspeitas de desvios de recursos partidários em dois casos.

No primeiro, o presidente estadual do PDT, Carlos Eduardo Alves, e a esposa dele, a ex-primeira-dama de Natal, Andrea Ramalho, podem se complicar por causa de um aluguel.

O caso gira em torno da da sede do PDT no Rio Grande do Norte. O partido presidido por Carlos Eduardo funciona em imóvel locado a Andrea Ramalho. O aluguel do imóvel, que fica localizado na Rua Capitão Abdon Nunes, 832, no bairro do Tirol, saltou de R$ 1.000 para R$ 2.500 cinco meses após o contrato inicial, em 2016, chamando a atenção do Ministério Público Eleitoral e da Justiça Eleitoral.

Recursos partidários atendem à rígida legislação do setor. O Ministério Público Eleitoral desconfiou que as informações prestadas pelo PDT para justificar o aluguel e aumento do valor não são confiáveis.

“Não se questiona a regularidade do lastro documental, que atesta a realização da despesa em questão, mas antes, a ausência de confiabilidade da informação, diante da alteração expressiva do valor do aluguel e da relação de parentesco entre o dirigente e a locadora do imóvel”, observou o MP ao pedir desaprovação das contas do PDT.

A Justiça não só acolheu como também chamou atenção para esse fato.

“Causa estranheza o fato de a proprietária do imóvel ser a esposa do presidente do partido e que o contrato inicialmente firmado em 06 de janeiro de 2016 tenha sofrido um reajuste considerável em menos de 5 (cinco) meses de vigência”, observou o relator do caso no Tribunal Regional Eleitoral, juiz Ricardo Tinoco, ao votar pela desaprovação das contas do PDT.

Polícia Federal

Por se tratar de matéria de prestação de contas, o Ministério Público Eleitoral não se propõe a investigar eventual irregularidades, cabendo notificar alguém para que o faça.

Além da questão da aluguel, também está na mira dos investigadores o que se consideram desvio da finalidade dos recursos partidários em outra uso do dinheiro: a lei estabele que deveria haver verba destinada à promoção da mulher na política, o que não se verificou no caso do PDT.

Foi esse apanhado de coisas que levou o Ministério Público do RN a notificar a Polícia Federal, que instaurou investigação e decretou sigilo sobre o caso.

Publicidade

BANCO DO BRASIL TEM LUCRO RECORDE DE R$ 6,6 BI NO 1º TRIMESTRE DE 2022

Foto: Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

O Banco do Brasil bateu recorde no lucro líquido ajustado registrado no primeiro trimestre de 2022, de R$ 6,6 bilhões. O valor representa crescimento anual de 34,6% e é 11,5% maior do que o resultado do trimestre anterior.

Segundo o banco, o recorde é decorrente do “crescimento do crédito – com performance positiva em todos os segmentos –, do aumento da margem financeira bruta e do bom desempenho das receitas de prestação de serviços”.

No trimestre mais recente, as receitas de prestação de serviços totalizaram R$ 7,5 bilhões. Isso significa aumento de 9,4% em relação ao último trimestre de 2021.

O Banco do Brasil informou que a margem financeira bruta da instituição cresceu 5,6% ao ano, mesmo com o impacto da elevação da Taxa Selic sobre os custos de captação no trimestre. “É reflexo do bom desempenho da carteira de crédito e o forte resultado de tesouraria”, ressaltou.

Presença do BB

O BB informou que a carteira de crédito ampla atingiu R$ 883,5 bilhões em março de 2022. É um crescimento de 16,4% na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior e de 1,0% em relação a dezembro de 2021. “Este é o resultado da proximidade com os clientes e do atendimento especializado e de qualidade em todos os segmentos”, assinalou o banco.

Segundo a instituição financeira, o agronegócio está em crescimento, e o banco tem apoiado o segmento: “Em março/22, a carteira atingiu R$ 255 bilhões, crescimento de 28,2% na comparação com março/21, com destaque para o custeio agropecuário (+47,8%) e para as linhas de investimento agropecuário, (+68,7%)”.

O Banco do Brasil tem 24 milhões de clientes ativos nos canais digitais. A instituição está presente em 97% dos municípios brasileiros, com 56,7 mil pontos de atendimento.

Publicidade

PETROBRAS CONCLUI VENDA DE ATIVO NA BACIA POTIGUAR

Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

A Petrobras informou que finalizou na terça-feira (10) a venda da totalidade das participações no bloco exploratório terrestre POT-T-794, pertencente à concessão BT-POT-55A, que fica na Bacia Potiguar, em Mossoró, no Rio Grande do Norte.

O bloco, que era gerido em conjunto pela Sonangol Hidrocarbonetos Brasil Ltda. (Sonangol), teve todos os ativos vendidos para a empresa Aguila Energia e Participações Ltda. A Petrobras tinha 70% das ações enquanto a Sonangol, 30%.

O valor total da venda foi de US$ 750 mil, sendo US$ 150 mil pagos na assinatura do contrato, em 27 de dezembro de 2021, e US$ 600 mil pagos na terça.

A concessão havia sido adquirida em 2006 na 7ª Rodada de Licitações de Blocos realizada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O consórcio perfurou dois poços na área, sendo um descobridor de gás e um de delimitação.

A estatal anunciou em 2020 que venderia todos os ativos no Rio Grande do Norte. O decreto nº 9.355/2018 trata das disposições do procedimento especial de cessão de direitos de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos.

Em fevereiro, a Petrobras anunciou a venda do Polo Potiguar e da Refinaria Clara Camarão.

Segundo a Petrobras, essa operação está alinhada à estratégia de gestão de portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, visando à maximização de valor e maior retorno à sociedade.

A estatal informou que segue concentrando cada vez mais os recursos em ativos de águas profundas e ultra-profundas, que, segundo a Petrobras, tem demonstrado grande diferencial competitivo ao longo dos anos, produzindo óleo de melhor qualidade e com menores emissões de gases de efeito estufa.

Publicidade

CRIMINOSOS FAZEM PIX DO CELULAR DA VÍTIMA DURANTE ARRASTÃO EM SÍTIO NO INTERIOR DO RN

Foto: G1

Criminosos fizeram um arrastão e realizaram transferências por meio de pix, com o celular de uma das vítimas, em uma propriedade rural do município de Campo Grande, no Oeste potiguar. O crime aconteceu na quarta-feira (11).

Segundo a Polícia Militar, pelo menos sete homens armados e encapuzados chegaram à casa da família, localizada no sítio Pitombeira, por volta das 5h30.

No momento do crime, havia três pessoas na casa e uma das vítimas chegou a ser agredida pelos bandidos com uma coronhada na família.

Eles roubaram objetos de valor do imóvel, como equipamentos eletrônicos, e ainda fizeram o pix do celular de uma das vítimas para outra conta. O valor não foi divulgado pela polícia.

O grupo ainda fugiu levanto a moto e o carro da família.

A Polícia Militar foi acionada e começou buscas por suspeitos. Durante a operação, os militares localizaram e recuperaram os veículos e parte dos pertences roubados, que foram abandonados em um matagal da região.

Nenhum suspeito foi preso. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Publicidade

PARA CONTER INFLAÇÃO, GOVERNO ZERA IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO DE ALIMENTOS


Foto: Marcelo Casal JR/Agência Brasil

O governo federal anunciou na última quarta-feira (11) que vai zerar a alíquota do imposto de importação de sete categorias de produtos alimentícios. A decisão foi tomada pelo Comitê-executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior (Gecex/Camex), do Ministério da Economia.

Em coletiva de imprensa para detalhar as medidas, o secretário-executivo da pasta, Marcelo Guaranys, disse que o objetivo da medida é conter o avanço da inflação no país.

"Sabemos que essas medidas não revertem a inflação, mas aumentam a contestabilidade dos mercados. Então, o produto que está começando a crescer muito de preço, diante da possibilidade maior de importação, os empresários pensam duas vezes antes de aumentar tanto o produto. Essa é a nossa lógica com esse instrumento".

Em abril, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial, fechou em 1,06%. Foi o índice mais alto para um mês de abril desde 1996 (1,26%). Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que calcula o IPCA, a inflação acumulada em 12 meses está em 12,13%.

Segundo secretária da Câmara de Comércio Exterior, Ana Paula Repezza, a redução de impostos entram em vigor a partir de amanhã (12) e valem até o dia 31 de dezembro deste ano.

Os produtos alimentícios que tiveram a alíquota de importação totalmente zeradas são:

- carnes desossadas de bovino, congeladas (imposto era de 10,8%);

- pedaços de miudezas, comestíveis de galos/galinhas, congelados (imposto era de 9%);
farinha de trigo (imposto era de 10,8%);

- outros trigos e misturas de trigo com centeio, exceto para semeadura (imposto era de 9%);

- bolachas e biscoitos, adicionados de edulcorante (imposto era de 16,2%);

- outros produtos de padaria, pastelaria, indústria de biscoitos, etc. (imposto era de 16,2%) e milho em grão, exceto para semeadura (imposto era de 7,2%).

O Ministério da Economia informou que o impacto com a renúncia tributária pode chegar a R$ 700 milhões até o final do ano. Não há necessidade de compensação fiscal, por se tratar de um imposto regulatório, e não arrecadatório.

"O imposto de importação tem uma função que não é arrecadatória, a função dele é de regulação de mercado. O motivo por trás é a regulação do mercado, seja para um lado, seja para o outro", explicou o secretário-executivo adjunto da Camex, Leonardo Diniz Lahud.

Publicidade

PREFEITURA ALTERA TRÂNSITO PRÓXIMO A TÚNEL DE ACESSO AO CENTRO DE PARNAMIRIM

Foto: Ney Douglas

Depois de implantada a obra de infraestrutura de trânsito, na qual Parnamirim foi contemplada com as passagens elevadas e passarelas para pedestres, além da duplicação das vias de tráfego e implantação das marginais, uma considerável melhoria na fluidez do trânsito foi constatada.

As mudanças trouxeram consigo a necessidade de readequar a segurança e conforto de pedestres e condutores. Em decorrência disso, algumas intervenções foram necessárias, entre elas, a implantação de uma via de mão única na Rua Raimundo Barros Cavalcante, entre as ruas Cicero Fernandes Pimenta e a marginal da BR 101.

Tal mudança se deve pela necessidade de disciplinar o acesso ao túnel de retorno a Natal e de acesso ao centro de Parnamirim, pois a entrada na marginal, pela rua Raimundo Barros Cavalcante era muito insegura, devido à falta de área de escape em relação à entrada do túnel.

Desta maneira, a via que antes era mão dupla, passa a ser de sentido único, ficando proibido o acesso para a marginal, dos motoristas e motociclistas vindos da rua Cícero Fernandes Pimenta. Os veículos de grande porte, que precisam de mais espaço para fazer a manobra de conversão, devem acessar a marginal da BR-101 pela Rua Altino Vicente de Paiva ou pela Avenida Brigadeiro Trompowsky. Já para pegar o túnel, a Avenida Bela Parnamirim pode ser acessada pela Rua Suboficial Farias.


Publicidade

MOTOCICLISTA MORRE APÓS BATER COM CAMINHÃO QUEBRADO NA NEWTON NAVARRO EM NATAL

Ponte Newton Navarro, em Natal — Foto: Igor Jácome/g1

Um motociclista de 26 anos morreu após uma colisão com um caminhão quebrado na Ponte Newton Navarro, em Natal. O caso aconteceu na noite de quarta-feira (11).

A vítima foi identificada como o motoentregador Douglas Rodrigues de Melo.

Segundo a polícia, ele bateu em um caminhão que estava quebrado desde a tarde na ponte, no sentido à Zona Norte de Natal. O veículo parado gerava um congestionamento no local.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para realizar o socorro, mas a equipe constatou a morte do homem.

O corpo foi recolhido ao Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), onde seguia até a manhã desta quinta-feira (12).

De acordo com testemunhas, faltava sinalização na ponte, informando sobre o caminhão quebrado, no momento do acidente.

Douglas deixou um filho de 4 anos de idade.


Publicidade