GUARDA MUNICIPAL AGE E PRENDE ACUSADO DE PEDOFILIA E VIOLÊNCIA DOMÉSTICA




A Guarda Municipal de Natal, acionada pelo CIOSP (Centro Integrado de Operações em Segurança Pública), atuou para deter um homem acusado de pedofilia e violência doméstica, no bairro do Planalto.

O Supervisor da Guarda Municipal de Natal, Ocimar Dantas, conta que ao receber o chamado, uma viatura foi deslocada para o local da ocorrência. “Soubemos que o caso envolvia acusação de pedofilia e a possibilidade de violência doméstica. Optamos por mandar uma equipe da Patrulha Maria da Penha, uma vez que sempre há uma guarda feminina na equipe”, revela o supervisor.

Segundo Ocimar, a equipe atuou à noite, uma vez que, em se tratando de flagrante delito, não há a necessidade de aguardar a determinação judicial para agir. “Uma mãe denunciou que sua filha teria sido molestada por um homem que, na área de convivência do condomínio, teria oferecido um chocolate à criança e tocado em suas partes íntimas. Ao chegar, a equipe identificou o acusado e soube que a esposa do mesmo estaria propensa a realizar novas denúncias. A agente Catarina teve um destaque grande ao ser a primeira que atendeu a esposa bastante abalada e revelou violência doméstica contra ela e sexual contra seu filho, enteado do acusado”, lembrou o supervisor.

O acusado teve sua integridade física garantida até a entrega do mesmo à autoridade competente (Delegacia de Plantão da Zona Norte) e as vítimas não foram expostas. “Nossos agentes asseguraram que a esposa do acusado não estivesse no mesmo ambiente que o mesmo durante todo o processo”, diz o supervisor.

Foto: Divulgação/ Blog Jair Sampaio


Publicidade

Compartilhe

Veja Mais

BANDIDOS FURTAM CONTROLADOR DE SEMÁFORO EM NATAL
PF INVESTIGA DESMATAMENTO EM ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL EM ESPÍRITO SANTO, INTERIOR DO RN
APÓS VÍDEO VIRALIZAR, POLÍCIA CIVIL NEGA QUE INVADIU CASA ERRADA EM GO
PITBULL MATA TUTOR EM 9 DIAS APÓS ESCRITORA SER ATACADA POR CÃES DA MESMA RAÇA
SUSPEITO DE CEGAR PESSOA COM TIRO NO INTERIOR DO RN É PRESO EM JOÃO PESSOA

Comentários (0)

Deixe seu comentário