LAUDO DO ITEP APONTA 18 LESÕES PROVOCADAS POR “AÇÕES CONTUNDENTES E PERFUROCORTANTES” NO CORPO DA PSICÓLOGA FABIANA VERAS, ASSASSINADA EM ASSÚ



O laudo do Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep/RN) confirmou 18 lesões no corpo da psicóloga Fabiana Maia Veras, de 42 anos, morta na clínica onde realizava atendimento e residia no município de Assú (RN), distante 235 quilômetros de Natal, na noite de 23 de abril. O resultado do exame ficou pronto na última quarta-feira (2).

Segundo o exame divulgado pelo Itep/RN nesta terça-feira (14), foram identificadas 18 lesões, “entre ação contundente (pode ter sido uma queda, soco…) e perfurocortante (com a faca). Os ferimentos foram encontrados na cabeça, pescoço e tronco devido a ações contundentes e perfurocortantes”, diz o laudo.

Na última semana, o Itep confirmou que uma pegada encontrada no local onde a psicóloga foi morta pertence ao sapato que estava com João Batista Carvalho Neto, 41 anos. De acordo com o Itep, a pegada foi confrontada com o padrão da sola de um par de sapatos que estava na residência dele quando ele foi detido pela Polícia Civil. A comparação deu positiva, confirmando que o calçado foi usado durante o crime.

Publicidade

Compartilhe

Veja Mais

MOTIVO QUE LEVOU GARÇOM DEGOLAR VEREADOR NO CEARÁ E ESFAQUEAR OUTRAS TRÊS PESSOAS IMPRESSIONA INVESTIGADORES
PEGADA ENCONTRADA EM LOCAL ONDE PSICÓLOGA FOI MORTA É DE SERVIDOR DO TJRN, CONCLUI ITEP
HOSPITAL SANTA CATARINA ABRE APURAÇÃO APÓS PACIENTE PASSAR POR CESÁREA SEM ESTAR GRÁVIDA
[VÍDEO] MOMENTO EM QUE A PSICÓLOGA QUE FOI ENCONTRADA MORTA EM ASSU, RECEBE EM SUA RESIDÊNCIA UM HOMEM COM LUVAS, MÁSCARA E PANO ÁRABE
EMBARCAÇÃO ENCONTRADA NO PARÁ TINHA COMO DESTINO ILHAS CANÁRIAS, DIZ PF

Comentários (0)

Deixe seu comentário