PF: QUADRILHA GANHA R$ 4 MILHÕES VENDENDO XAROPE COMO SE FOSSE MEL




A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta quarta-feira (21/2), a Operação Xaropel II para combater a falsificação de mel e do registro do Sistema de Inspeção Federal (SIF). O produto falsificado seguia para os mercados consumidores de Minas Gerais e São Paulo. Os investigadores suspeitam que a quadrilha tenha movimentado ao menos R$ 4 milhões em 2023.

A ação tem apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) de Minas Gerais. Cerca de 80 policiais federais cumprem, no município de Campestre (MG), na região sul do estado, 16 mandados de busca e apreensão expedidos pela Subseção Judiciária Federal de Poços de Caldas (MG).

Na primeira fase da operação, em novembro de 2021, as equipes cumpriram 14 mandados, e a Justiça determinou o sequestro de R$ 18,4 milhões em bens dos investigados.

Durante as diligências da fase atual, os policiais descobriram que o grupo produz e vende uma substância falsificada por meio de empresas com sede na cidade de Campestre e em condições de higiene precárias.

Com intuito de ludibriar o consumidor, a associação criminosa inseria até favos de mel verdadeiros em algumas das embalagens do produto, mas a peça era completamente preenchida com xarope industrial, extremamente doce e menos propenso à cristalização.

Apurou-se, ainda, que o açúcar era comprado por cerca de R$ 3 o quilo e, após a fraude, com a colocação da embalagem falsificada, o “mel” era vendido no varejo por até R$ 60 o quilo – um ágio de 2.000%.

Os envolvidos poderão responder pelos crimes de associação criminosa, falsificação, corrupção, adulteração de substância e falsificação de selo ou sinal público. Se condenados, podem receber pena de até 22 anos de reclusão, além de multa.

Foto: Divulgação
Fonte: Metrópoles


Publicidade

Compartilhe

Veja Mais

BANDIDOS FURTAM CONTROLADOR DE SEMÁFORO EM NATAL
PF INVESTIGA DESMATAMENTO EM ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL EM ESPÍRITO SANTO, INTERIOR DO RN
APÓS VÍDEO VIRALIZAR, POLÍCIA CIVIL NEGA QUE INVADIU CASA ERRADA EM GO
PITBULL MATA TUTOR EM 9 DIAS APÓS ESCRITORA SER ATACADA POR CÃES DA MESMA RAÇA
SUSPEITO DE CEGAR PESSOA COM TIRO NO INTERIOR DO RN É PRESO EM JOÃO PESSOA

Comentários (0)

Deixe seu comentário