VÍDEO: MÃE SE DESESPERA AO VER FILHA PERDENDO PROVA DO ENEM; ELAS FORAM EMBORA ABRAÇADAS E CHORANDO



A mãe de uma candidata do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) chorou ao ver sua filha perder a primeira aplicação da prova nesse domingo (5), em Cuiabá. A estudante chegou à Universidade de Cuiabá (Unic) atrasada, vendo cinco anos de estudos se dissiparem diante de seus olhos.

A mãe se desesperou ao chegar na Universidade com a filha e encontrar o portão fechado. O vídeo mostra a filha tentando consolar a mãe.

Nas imagens, é possível ver a mulher ajoelhada em frente ao portão, que está fechado, enquanto implora para que deixem a filha dela entrar para fazer a prova. Em seguida, ela se levanta chorando e abraça a jovem.

“Pelo amor de Deus, são só cinco minutos. Minha filha está tentando há cinco anos. Ai senhor”, diz a mulher chorando.

Pessoas que estavam no local também começaram a pedir para que abrissem os portões e deixassem a estudante fazer a prova.

“Ajuda moço, por favor. O que custa abrir o portão para essa mãe desesperada. Nossos filhos sofrem fazendo curso, que isso”, pediu uma mãe que também estava no local.

Mãe e filha foram embora abraçadas e chorando.

Os portões para a realização do primeiro dia do Enem fecharam às 12h em Mato Grosso, neste domingo (5). No estado, os portões abriram às 11h.

O Enem será realizado nos dias 5 e 12 de novembro. O resultado da prova é utilizado no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para a seleção de vagas no ensino superior público e também em instituições privadas pelo Programa Universidade para Todos (ProUni). Informações G1/MG/Centro América.

Blog de Daltro Emerenciano

Publicidade

Compartilhe

Veja Mais

PROFESSOR ACUSADO DE GOLPE DE CERCA DE R$ 40 MILHÕES EM NATAL, REAPARECE E CONTRATA AUDITORIA PARA MOSTRAR QUE INVESTIDORES RECEBERAM
RODRIGO FARO CONTA A HISTÓRIA DE KALLY FONSECA, DIRETO DE GOIANINHA
INQUÉRITO VAI APURAR DENÚNCIA SOBRE USO INADEQUADO DE VEÍCULOS OFICIAIS DO GOVERNO
SENADO DEVE VOTAR NESTA TERÇA FIM DAS ‘SAIDINHAS’ DE PRESOS EM DATAS COMEMORATIVAS
MORRE ABILIO DINIZ AOS 87 ANOS EM SÃO PAULO

Comentários (0)

Deixe seu comentário